receba dicas de fotografia
gratuitamente
no seu email! Cadastre-se:


Apostila: Aprenda a fotografar em 7 lições

Desde 2009 a apostila Aprenda a fotografar em 7 lições está rodando gratuitamente a internet. Neste início de 2013 resolvi lançar, junto ao novo layout do blog, uma versão revisada e atualizada! Espero que gostem :-)

Apostila Grátis de Fotografia

Clique para fazer o download grátis da apostila

Faça uma doação

A apostila é totalmente grátis. Mas caso goste do conteúdo e ele seja útil para você considere fazer uma doação de qualquer valor. É só clicar no botão abaixo e você será redirecionado ao PagSeguro, onde pode doar o valor que quiser por transferência, boleto ou cartão de crédito:



Introdução

Ninguém aprende a fotografar em apenas sete lições. Isso pode parecer contraditório com o título desta apostila, mas, na internet, é difícil criar um título que seja interessante e também 100% preciso.

A verdade é que é muito comum, ao começar a gostar um pouco mais de fotografia, confundir a parte técnica com a artística. Então, para deixar claro: nesta apostila, ensino a parte técnica. Como funcionam as principais ferramentas usadas por nós fotógrafos para alcançar o resultado que buscamos?

Gosto de fazer uma comparação entre a fotografia e a música. Se você gostaria de ser um grande pianista é preciso aprender quais são as notas musicais e como reproduzi-las tocando as teclas do instrumento.

Mas saber de notas e teclas não faz de ninguém um bom pianista. Depois de aprender tudo isso é que começa o desafio: quais músicas você vai criar e tocar? De onde virá a sua inspiração? Qual será o papel da sua música no mundo?

Com a fotografia é a mesma coisa: é preciso sim saber como funciona nosso instrumento – a câmera – mas conhecer os botões e funções é só o começo.

Neste texto, vou te ensinar as notas musicais: como fotografar? Mas depois de 15 minutos lendo esta apostila espero que você também se dedique aos aprendizados mais importantes: o que e por que fotografar?

O que você precisa para acompanhar

Para acompanhar e praticar esta apostila você precisa de uma câmera com controles manuais de exposição (a função “M”.) Câmeras automáticas não permitem que você mexa nas configurações citadas.

Também é importante ter o manual da sua câmera em mãos, para descobrir onde encontrar cada uma das funções usadas. As nomenclaturas normalmente são as mesmas, mas as formas de configurar essas funções mudam dependendo do fabricante e do modelo do equipamento.

Esta apostila é básica e feita para quem nunca teve contato com as técnicas fotográficas. Por isso, caso seja um leitor intermediário ou avançado, leve em consideração que os assuntos foram simplificados para um melhor entendimento inicial.

Índice


1. O que é exposição
2. Abertura do diafragma
3. Tempo de exposição
4. ISO
5. Balanço de branco
6. Foco e profundidade de campo
7. Distância focal

Clique para fazer o download grátis da apostila

Esta apostila é gratuita e está sob a licença Creative Commons | Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença.

O que você pode fazer:
Colocar no seu blog, imprimir, compartilhar com os amigos e usar livremente, sob a condição de sempre dar créditos à autora (Claudia Regina) e ao blog (www.dicasdefotografia.com.br) e manter a mesma licença.

O que você não pode fazer:
Vender ou usar para fins comerciais ou lucrativos.

Se gostaria de usar esta apostila para fins educacionais (em aulas ou palestras, por exemplo) por favor entre em contato com a autora para autorização prévia: http://facebook.com/claudiaregina


Gostou deste post ou ele foi útil para você? Então compartilhe ou faça uma doação de qualquer valor para o blog :-)

Não concorda? Envie seu post contando o seu ponto de vista para guestpost@dicasdefotografia.com.br. Se ele estiver de acordo com a linha editorial do blog poderemos publicá-lo.

Por que este blog não possui mais comentários?
Não tenho uma equipe para responder todos os comentários e já existem muitos meios de interação na internet: fica difícil conseguir acompanhar todos e fico triste de não poder responder todo mundo. Por isso, procuro centralizar a interação em uma só plataforma e buscar algo mais colaborativo. Hoje, esta plataforma é a Página do DDF no Facebook. Se quiser, também pode enviar um bom e velho email.