receba dicas de fotografia
gratuitamente
no seu email! Cadastre-se:


Como se tornar um profissional de fotografia?

Recebo muitos, muitos, muitos contatos de leitores me perguntando o “passo a passo” para se tornar um fotógrafo profissional. Admito que acho estranho, porque nunca vi alguém perguntar aos meus amigos administradores qual é o “passo a passo” para se tornar um administrador profissional, nem aos meus amigos médicos qual é o “passo a passo” para se tornar um médico profissional.

Sabe o que é engraçado? Não interessa o que você quer ser (fotógrafo, administrador ou médico): os passos são sempre os mesmos! A pergunta, no fim das contas, é como “se profissionalizar”? E o passo a passo que darei aqui serve para qualquer profissão, no fim das contas.

1. Descubra como é ser um fotógrafo

Se você quer ser médico a primeira coisa a fazer é pesquisar sobre a profissão, conversar com profissionais da área e ver como funciona a vida de um médico. Com a fotografia é a mesma coisa. Todos começamos fuçando, com muita curiosidade, a área que estamos interessados a trabalhar. A partir do momento que você já sabe que gosta de fotografar é importante saber se você vai gostar de trabalhar com isso.

2. Estude

Eu imagino que quem quer se profissionalizar já estudou o básico da fotografia e já tem uma certa experiência como hobbista. Mas caso você não tenha essa é a hora de estudar muito sobre tudo que envolve fotografar. Antes de partir para o seu nicho você vai precisar saber um pouco de tudo. Então estude sobre exposição, efeitos, faça testes, use amigos de cobaia, leia sobre os equipamentos existentes, leia notícias, pratique, leia livros, pratique, leia blogs, tutoriais, vídeos, pratique, etc. Enfim, estude.

3. Encontre o seu nicho

Eu indico ir trabalhar em diversas áreas com outros fotógrafos, sendo assistente ou como segundo fotógrafo, para entender as necessidades de cada nicho. Assim você vai descobrir qual área mais te atrai de acordo com cada uma de suas características. A partir daí você descobre se gosta de fotografar gente, objeto, paisagem, pessoas normais, modelos profissionais, eventos, acontecimentos, viagens, etc. Depois de entender um pouco de tudo você vai procurar entender tudo de um pouco. De novo comparando com a medicina essa vai ser a sua “residência.” De repente fotografar no final de semana (como fotógrafos de casamento) não seja exatamente o que você procura, ou ter que lidar com agências (como na fotografia publicitária) não seja o seu forte. Aí você vai descobrir o que você pode fazer ainda com prazer e um sorriso no rosto.

Não existe nenhuma regulamentação quanto às “especialidades” de um fotógrafo, mas aqui mostro algumas delas:

  • Fotografia Publicitária (fotos de modelos profissionais para capa de revista, editoriais, etc)
  • Fotografia Publicitária/Still (também para revistas, editoriais e outros, mas focado em produtos)
  • Fotojornalismo (econtecimentos, tragédias, eventos públicos e outras fotos para jornais e outros veículos de comunicação.)
  • Fotografia de eventos (casamentos, festas, baladas, etc)
  • Fotografia para uso Pessoal (“books”, ensaios fotográficos, fotos para recordação, fotoprodutos, etc)
  • Natureza (o sonho de muitos fotógrafos – o estilo de fotografia publicada em revistas como a National Geographic ^^)
  • Aos que já trabalham com fotografia, pode contar mais sobre sua área nos comentários! :)

4. Estude

Depois que você encontrou o seu nicho é hora de estudar mais ainda. Mas agora você vai estudar tudo que existe neste nicho. Se seu objetivo é trabalhar para alguém aqui você já poderá encontrar seu emprego e ser feliz. Caso você queira ser um fotógrafo autônomo (indico fortemente) também precisará focar em áreas como atendimento ao cliente, marketing, administração e contabilidade.

5. Se aperfeiçoe

Agora vem a parte que não acaba nunca. Como em todas as profissões a partir do momento que encontramos nosso nicho e estamos trabalhando nele vamos encontrar formas de deixar o serviço que oferecemos cada vez mais inovador, diferente e perfeito. E isso não acaba nunca! Só achei que ficaria repetitivo escrever “estude” novamente, mas é basicamente isso =)

Espero que o “passo a passo” ajude quem está querendo tranformar essa paixão em uma forma de “ganhar a vida!” Garanto que não tem coisa melhor do que trabalhar com aquilo que gostamos.


Gostou deste post ou ele foi útil para você? Então compartilhe ou faça uma doação de qualquer valor para o blog :-)

Não concorda? Envie seu post contando o seu ponto de vista para guestpost@dicasdefotografia.com.br. Se ele estiver de acordo com a linha editorial do blog poderemos publicá-lo.

Por que este blog não possui mais comentários?
Não tenho uma equipe para responder todos os comentários e já existem muitos meios de interação na internet: fica difícil conseguir acompanhar todos e fico triste de não poder responder todo mundo. Por isso, procuro centralizar a interação em uma só plataforma e buscar algo mais colaborativo. Hoje, esta plataforma é a Página do DDF no Facebook. Se quiser, também pode enviar um bom e velho email.